Noticia


Procurador da Lava Jato quer virar consultor de compliance

 01/02/2018
 Polêmica,Compliance
 Amanda Audi em Poder360
Fonte: https://www.poder360.com.br/lava-jato/procurador-da-lava-jato-quer-virar-consultor-de-compliance/

O procurador da Lava Jato Carlos Fernando dos Santos Lima lança, na noite desta 3a feira, o livro “Compliance bancário – Um manual descomplicado. O prefácio é escrito pelo juiz federal Sérgio Moro. Especialista em compliance criminal, Lima quer se aposentar em breve e virar consultor.

Santos Lima tem participado de congressos, seminários e eventos dando palestras sobre o tema. Quer usar o conhecimento da Lava Jato para orientar empresas. A pessoas próximas, diz que agora “quer ganhar dinheiro”.

Em dezembro, ele recebeu salário bruto de R$ 30.471,11, mais R$ 4.377,73 de auxílio-moradia.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail


A função de compliance é manter uma empresa dentro das regras e controles internos e externos. O monitoramento leva em conta as esferas fiscal, financeira, trabalhista, jurídica, etc.

Santos Lima já defendeu que a Justiça brasileira deveria considerar a existência de 1 programa de compliance empresarial como atenuante para crimes praticados por executivos.

Em outra publicação da qual participou escrevendo 1 capítulo, Santos Lima discorreu sobre as obrigações e procedimentos de instituições privadas na prevenção de lavagem de dinheiro.

O livro é em coautoria com André Almeida Rodrigues Martinez, procurador da Fazenda Nacional, ex-superintendente de compliance do Banco Itaú e ex-procurador na (AGU) Advocacia Geral da União.

“Quem sabe este livro seja o início do interesse do leitor em uma carreira que promete crescer significativamente nos próximos anos?”, escreveu Santos Lima em sua página no Facebook.

Na divulgação da noite de autógrafos, é citada uma frase de Moro sobre a publicação: “O livro é um verdadeiro manual de compliance, focado na área bancária, mas também útil para outros setores, com apontamentos práticos, mas sempre com sólida base nas normas nacionais e internacionais sobre a matéria​”.

O Poder360 procurou Santos Lima, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.

__

Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. 

 Voltar