Noticia


Suíça e EUA são os países que mais dificultam a transparência financeira

 01/02/2018
 Polêmica,Corrupção,Lavagem de dinheiro
 Mateus Netzel em Poder360
Fonte: https://www.poder360.com.br/internacional/suica-e-eua-sao-os-paises-que-mais-dificultam-a-transparencia-financeira/

Lideram o Índice de Sigilo Financeiro

EUA subiu de 3º em 2015 para 2º

Brasil caiu 47 posições, para 73º

Suíça, Estados Unidos e Ilhas Cayman formam o top 3 do ranking de países que mais contribuem para manter operações financeiras internacionais em sigilo, segundo a edição de 2018 do FSI (Índice de Sigilo Financeiro, na sigla em inglês). O ranking é realizado pela Tax Justice Network –uma organização internacional independente que estuda a regulação financeira e a tributação internacional.

A Suíça manteve-se na liderança do ranking em relação à última edição, divulgada em 2015. É o país com o maior nível de sigilo entre os grandes mercados financeiros do mundo. Os EUA, que estavam na 3ª posição em 2015, subiram 1 posto no ranking. Embora tenham nível de sigilo menor, são responsáveis por 22,3% das operações financeiras internacionais.

As Ilhas Cayman subiram da 5ª para a 3ª colocação. Bahrein e Líbano deixaram o top 10 no ranking deste ano. Taiwan e a minúscula ilha de Guernsey entraram no grupo. Eis os 10 países que mais contribuem para o segredo financeiro:

O índice de Sigilo Financeiro classifica os centros financeiros de acordo com duas variáveis: 1) o grau de sigilo que permitem às operações financeiras e 2) a escala de recursos que movimentam em relação ao mercado global. A posição no ranking reflete a quantidade de operações ilícitas que a localidade possibilita em seu sistema financeiro. 

É 1 dos estudos internacionais mais completos sobre paraísos fiscais, centros financeiros offshore e os serviços que eles oferecem. 

BRASIL

O sistema financeiro brasileiro apresentou 1 pequeno avanço em transparência na comparação com 2015. O grau de sigilo atribuído pelo FSI caiu de 51,84 para 49,00. No ranking geral, o Brasil caiu 47 posições, de 26º para 73º. A maior diferença veio da redução da participação do país no mercado global, de 0,68% para 0,16%.

RESULTADOS GLOBAIS

Os números de 2018 do índice de Sigilo Financeiro mostram que os avanços na transparência do sistema financeiro internacional têm sido lentos desde a crise global em 2008. O país com o menor grau de sigilo é a Eslovênia, com 41,8 em uma escala de 0 a 100, em que zero representa a transparência ideal.

Os líderes do ranking de sigilo –Suíça e EUA– apresentam resistência às políticas de troca automática de informações sobre operações financeiras implementadas por diversos países nos últimos anos. Os Estados Unidos, em particular, desenvolveram sua próprio sistema de fiscalização, o Fatca (Foreign Account Tax Compliance Act), que cobra informações sobre cidadãos norte-americanos em mercados pelo mundo, mas fornece poucos dados sobre as transações realizadas no país.

Governos europeus, como os da Suíça, do Reino Unido e da Alemanha, que abrigam grandes centros financeiros, também batalham para manter normas de regulação que permitam manter o sigilo sobre as informações de seus clientes.

O caso do Reino Unido é emblemático, pois enquanto o governo promove avanços domésticos na transparência –como a obrigatoriedade de identificação do beneficiário final de empresas– permite que seus territórios ultramarinos, como Ilhas Cayman, Ilhas Virgens Britânicas, Jersey e Guernsey mantenham regras permissivas de sigilo.

PARADISE PAPERS

Em novembro de 2017, jornalistas de 96 veículos, de 67 países, começaram a publicar uma vasta investigação sobre companhias offshore em dezenas de jurisdições e paraísos fiscais.

A investigação foi coordenada pelo ICIJ (Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, na sigla em inglês). O Poder360 foi o parceiro responsável pelas apurações relacionadas ao Brasil.

Reportagens mostraram a ligação entre empresas e pessoas de relevo na sociedade com offshores em paraísos fiscais. Leia todas as reportagens publicadas pelo Poder360 sobre os Paradise Papers em: https://www.poder360.com.br/paradise-papers/leia-tudo-o-que-o-poder360-publicou-ate-agora-sobre-os-p...


 Voltar